sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Diabetes e ÍNDICE GLICÊMICO


RECOMENDAÇÕES

Uma dieta com alimentos de baixo IG pode ajudar a perder peso, a controlar o diabetes e a aumentar a resistência aos exercícios.
Os alimentos de baixo IG são mais ricos em fibras que favorecem uma maior distenção gástrica aumentando a sensação de saciedade.

Alimentos que tem um alto IG (maior que 85)
  • Banana, batata frita, biscoito, bolacha cream cracker e outros
  • Bolo, cenoura, frutas secas, mandioca, melancia, milho, sorvete
  • Tapioca, trigo branco e uva passa
Alimentos que tem um moderado índice glicêmico (entre 60 e 85)
  • a maioria dos macarrões, batata doce, aveia
  • chocolate, suco de laranja
  • arroz, feijão cozido, grão de centeio, ervilhas frescas, pipoca e outros
Alimentos que tem um baixo índice glicêmico (abaixo de 45)

  • cereais
  • iogurte sem açúcar e sem gordura
  • maçã, pera, suco de tomate, vegetais crucíferos (couve-flor, brócolis)

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Hipertensão Arterial na Gestação



A hipertensão arterial na gestação pode aparecer sem a menor evidência de doenças prévias por volta da vigésima semana de gravidez, com inchaço de mãos e face, associada à perda de proteínas na urina e à possibilidade de complicações graves, como a eclâmpsia. “Os cuidados nutricionais da gestante hipertensa devem ser iniciados bem antes da concepção, no sentido de atingir e manter um peso ideal, evitando a obesidade”, afirma a endocrinologista e nutróloga Ellen Simone Paiva.

Se o problema acomete a mulher há tempos, ele deve ser pcuidadosamente compensado, permitindo estabilidade hemodinâmica e metabólica para garantir o fluxo sangüíneo da placenta, evitando a progressão de lesões que possam prejudicar a gestante e o feto, bem como a saúde da mãe após o parto.

Por isso, são muito importantes as consultas pré-natais a cada 15 dias, com a orientação do médico obstetra, para acompanhamento da gestação, cuidando, assim, do desenvolvimento fetal e da saúde da mulher, uma vez que o agravamento das alterações metabólicas ocorre à medida em que a gravidez evolui.


quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Orientações Nutricionais para Atletas de Luta


Atualmente, os esportes de luta estão ganhando cada vez mais espaço, sendo que em nosso país sua credibilidade cresce com a mesma proporção do sucesso dos lutadores brasileiros ao redor do mundo, principalmente no que se refere ao Vale-Tudo.

Já se foi o tempo em que o atleta entrava em uma competição ou combate sem uma preparação prévia. Hoje em dia, os grandes lutadores dedicam a maior parte de seu tempo à
melhora da performance e rendimento, incluindo em sua rotina, além do tradicional treino específico de artes marciais, atividades como musculação, natação, corrida, hidroginástica, fisioterapia, entre outras.

Para garantia de melhor resultado, o ideal é que o atleta conte com uma equipe multidisciplinar acompanhando a evolução do seu trabalho. Esta equipe deve conter além dos mestres das respectivas artes marciais, preparadores físicos, fisioterapeutas, nutricionistas, médicos, etc.

Com toda essa rotina de treinamento, uma alimentação adequada é fundamental para que os objetivos sejam atingidos. A nutrição do lutador pode melhorar consideravelmente o seu desempenho e reduzir o cansaço, permitindo que o atleta treine por um maior período, além auxiliar numa recuperação rápida e eficiente após o treinamento.

O profissional que orienta a dieta de praticantes de lutas deve considerar todas as etapas ue envolvem o treinamento, preocupar-se com o controle do peso corporal de acordo com a fase m que se encontra o atleta, além de garantir uma ingestão adequada de todos os nutrientes e líquidos. Não se pode deixar de lado ainda, a satisfação dos aspectos sensoriais, cognitivos e psicológicos envolvidos com o estresse da modalidade, além da manutenção da saúde, que deve estar acima de qualquer outro objetivo de performance.

O atleta competitivo deve manter-se próximo o bastante do peso desejável do dia da competição. O ideal é que o lutador tenha peso elevado atribuído à massa muscular desenvolvida, o que permitirá força para o ataque, ao mesmo tempo que oferecerá estabilidade contra os golpes do adversário. Um erro freqüente cometido por grande parte dos atletas, é treinar a temporada inteira acima do peso e deixar para emagrecer nas vésperas do período de competição. Perda rápida de peso é sinônimo de perda de massa muscular e desidratação, o que com certeza prejudicará a performance do lutador, ainda mais se o atleta for obrigado a utilizar diuréticos, laxantes, praticar atividade física em ambientes quentes e freqüentar sauna em demasia. Além dos prejuízos físicos, o atleta debilita-se também quanto aos aspectos cognitivos, essenciais em muitas modalidades, o que também pode reduzir o seu desempenho.

O atleta deve manter uma dieta balanceada com valor calórico compatível com o gasto energético total, garantindo uma ingestão adequada de todos os nutrientes. Deve-se manter uma refeição a cada 2,5 – 3,0 horas, sendo que esta deverá ser compatível com o horário e distância do treinamento.

O QUÊ COMER ANTES DO TREINO?

A alimentação antes do treino é muito importante para garantir a energia necessária para a realização da atividade física. O atleta pode realizar uma pequena refeição aproximadamente 1 hora antes do treino, sendo que esta refeição deverá ser rica em carboidratos complexos de baixo índice glicêmico - visando um fornecimento gradual de energia durante o treinamento, moderada em proteínas e baixa em gorduras e fibras, pois estas tendem a retardar o esvaziamento gástrico.

Caso ocorra o treinamento duas vezes ao dia, deve-se sempre realizar a refeição pré-treino antes de cada treino e não somente antes de um deles. Esta refeição pode ser composta, por exemplo, de pão branco com queijo branco magro ou queijo cottage, ou então batata doce cozida com uma porção pequena de peito de frango sem pele cozido, grelhado ou assado. Para os dias em que for impossível se realizar uma refeição sólida, pode-se utilizar uma refeição líquida suplementar. Porém, deve-se atentar para que esta refeição líquida seja rica em carboidratos e moderada em proteínas. Caso se deseje utilizar frutas nesta refeição, utilizar somente uma unidade, pois um excesso de frutose prejudica o esvaziamento gástrico.

Entre dez e quinze minutos antes do treinamento, pode-se oferecer maior energia consumindo maltodextrina ou outros suplementos que oferecem vários tipos de carboidratos em conjunto, incluindo nesta categoria tanto os em pó e os líquidos, como os em gel. No caso dos suplementos em pó, estes devem ser diluídos em uma quantidade de água que garanta um rápido esvaziamento gástrico. Como parâmetro, deve-se manter uma concentração em torno de 6 a 8% - a qual pode ser obtida diluindo em torno de 30 gramas de carboidratos em 400 – 500 ml de água. Normalmente os repositores líquidos de carboidratos já contêm a concentração ideal. A temperatura da água também é importante, visto que a água gelada garante absorção mais rápida. Alguns indivíduos relatam que o consumo de carboidratos logo antes do treino ocasiona hipoglicemia durante o mesmo, principalmente quando se utiliza dextrose. Isto pode ser evitado mantendo-se os níveis de glicose plasmática estáveis com o consumo de carboidratos durante o treinamento.

O QUE INGERIR DURANTE OS TREINOS?

Recomenda-se que durante os treinos mantenha-se uma regularidade quanto à ingestão de líquidos, carboidratos e eletrólitos, dependendo da intensidade e duração do treinamento, além das condições climáticas que não podem ser desprezadas.

Além da hidratação adequada, a administração entre 30 e 60 gramas de carboidratos de rápida absorção em cada hora de treino, garante uma menor depleção dos níveis de glicogênio muscular e hepático, proporcionando melhora da performance e resistência. Novamente, deve-se atentar para a concentração da bebida, mantendo esta sempre em torno de 6 a 8%. Recomenda-se também para acelerar o esvaziamento gástrico, que se ingira os líquidos em espaços regulares (15 em 15 minutos), ao invés de utilizar pequenos “goles” várias vezes.

Para atividades com duração maior de 60 minutos, recomenda-se que se incluam alguns eletrólitos nas bebidas, principalmente sódio e potássio, evitando com isso a hiponatremia (redução nos níveis plasmáticos de sódio), garantindo uma maior retenção de líquidos pelo organismo e ainda, evitar possíveis cãibras.

O QUÊ COMER DEPOIS DO TREINO?

Após o treinamento é de extrema importância repor os nutrientes depletados para garantir ótima recuperação e evitar o catabolismo. Esta refeição é fundamental para atletas de luta, visto que estes indivíduos muitas vezes dividem seus treinamentos em duas etapas durante o dia, e caso não tenham garantido uma boa recuperação, a performance no segundo treino do dia será prejudicada.

Nesta fase torna-se necessária à ingestão de alimentos ricos em carboidratos e proteínas para repor o gasto muscular, facilitando a recuperação do indivíduo. Esta refeição deve ser feita após 2 horas (no máximo) do término do exercício, pois este é o período em que o estímulo para a reposição de energia está acentuado. O ideal é que se divida a refeição após o treino em duas. A primeira, imediatamente após o treino, na qual os suplementos alimentares são de grande valia, pois é uma forma prática e eficiente de se repor os nutrientes depletados durante a atividade física. Recomenda-se utilizar um “shake” contendo:

·         Uma fonte de proteínas de rápida absorção, tal como a whey protein, (porém, o uso de whey protein em outros horários, senão imediatamente após o treino não é a melhor escolha, pois existem outras proteínas mais adequadas para serem administradas nesses horários);

·          Carboidratos de alto índice glicêmico, tais como a maltodextrina e a dextrose, pois estes em conjunto proporcionam melhor absorção do que a dextrose isoladamente (existem alguns suplementos que já apresentam um balanço ideal de vários tipos de carboidratos e também podem ser utilizados com sucesso);

·         BCAA’S e glutamina, já que após o treinamento verifica-se níveis mais baixos destes
aminoácidos, pois estes são utilizados em parte como fonte de energia durante o exercício. No caso da glutamina, este aminoácido além da ação anti-catabólica, também auxilia no fortalecimento do sistema imunológico. É comum em atletas de luta, devido a grande quantidade e intensidade dos treinamentos, o sistema imunológico apresentar-se debilitado, portanto o uso de glutamina é uma ótima escolha.

·         Creatina: após a fase de saturação, que deve durar entre 5 e 7 dias com uma dosagem
em torno de 0,3 gramas de creatina por quilo de peso corporal, deve-se manter uma dosagem entre 2 a 5 gramas de creatina por dia (novamente variando de acordo com o peso corporal), pois neste horário sua captação será otimizada, devido a utilização em conjunto de uma quantidade considerável de carboidratos de alto índice glicêmico. Como a maioria das atividades de luta caracteriza-se por predomínio do metabolismo anaeróbico, envolvendo inclusive muita força com exercícios de alta intensidade e curta duração, ou ainda, contrações isométricas relativamente prolongadas no caso de imobilização, é necessário que a ressíntese do ATP ocorra o mais rápido possível. Deve-se atentar para o aumento de peso significativo com o uso desse suplemento, principalmente por retenção hídrica, que pode ser um fator negativo às vésperas da competição. Portanto, a suplementação com creatina pode ser muito eficiente se bem planejada, caso contrário, alterações no peso podem ser indesejáveis.

Já a segunda refeição deve ser realizada entre aproximadamente 40 e 60 minutos após o treino, sendo que esta refeição deve ser preferencialmente sólida, tendo como base alimentos como: arroz, macarrão, batata, mandioca, pão de forma branco, cará, inhame, peixe fresco, frango, queijo cottage, verduras, legumes e suco de frutas. Vale ressaltar que esta refeição deve ser rica em carboidratos e proteínas, mas pobre em lipídios. Neste horário, devido a ingestão de carboidratos de alto índice glicêmico (dextrose e maltodextrina) alguns minutos antes, os níveis do hormônio anabólico insulina encontram-se elevados e promoverão maior captação celular de todos os nutrientes ingeridos neste momento, inclusive os lipídios.

HIDRATAÇÃO
O atleta de luta deve garantir uma ingestão de líquidos de no mínimo 3 litros ao dia. A hidratação é um aspecto fundamental, visto que a maior parte das lutas envolve uma indumentária que não favorece a troca de calor, fazendo com que o controle termorregulatório seja dificultado. Durante os treinamentos, recomenda-se uma ingestão entre 600 a 1200 ml por hora de exercício, em temperatura inferior a 15ºC.

NUTRIENTES ANTIOXIDANTES
O uso de nutrientes e substâncias que exercem função antioxidante no organismo também é bastante difundido entre praticantes de lutas. Devido ao estresse físico e psicológico e às lesões decorrentes da luta que geram processos inflamatórios, a produção orgânica de radicais livres pode ser aumentada.

Dos nutrientes que têm comprovada ação antioxidante, os mais eficazes são as vitamina C e E, o betacaroteno e o mineral selênio. Existem ainda vários alimentos que possuem ação antioxidante devido a presença de substâncias bioativas, tais como o licopeno (molho de tomate, melancia, goiaba), as catequinas (chá verde) e os bioflavonóides (frutas e verduras frescas), dentre outros. Além dos nutrientes antioxidantes, o uso de glucosamina também é útil na recuperação e prevenção de algumas lesões, principalmente as que envolvem articulações.

ALIMENTAÇÃO PARA O DIA DA COMPETIÇÃO

Neste dia não se deve tentar nada que ainda não se tenha feito antes nos treinamentos, a fim de evitar qualquer surpresa desagradável. Neste dia, os carboidratos devem ser a grande base da dieta, pois visa-se primordialmente o fornecimento de energia. Como parâmetro, pode-se realizar as mesmas sugestões para antes, durante e após o treinamento, lembrando-se sempre que em casos de competições com vários combates no mesmo dia, a hidratação e a reposição de carboidratos e eletrólitos nos intervalos das lutas é fundamental para que a performance seja mantida.

Como princípio básico da nutrição, a individualidade biológica deve ser sempre respeitada e não existe “receita de bolo” para prescrição de dietas para lutadores, sendo que o mais indicado é que o atleta procure os serviços de um nutricionista esportivo, pois este é o único profissional habilitado para elaborar programas dietéticos adequados para cada indivíduo


domingo, 3 de novembro de 2013

Orientações para Gestante


O mal-estar matinal  é comum no início da gravidez e usualmente dura até o terceiro mês.
É caracterizado por náuseas e eventuais vômitos, e cessa espontaneamente. É causado, principalmente, pelas mudanças hormonais que levam a uma maior sensibilidade a odor, sabor e luminosidade.
PRECAUÇÕES:
• Faça uma lista dos alimentos que fazem você se sentir melhor;
• Abra as janelas para limpar o ar;
• Use sabonete, sabão e detergente sem odor;
• Se possível, fique longe de odores provocados por alimentos sendo preparados;
• Relaxe! O estresse pode também deixá-la nauseada;
• Descanse bastante. A fadiga pode aumentar a náusea.

Coma o que quiser, desde que seja um alimento! Você pode se sentir melhor!

SUGESTÕES PARA NÁUSEAS E VÔMITOS:
• Antes de ir para a cama, faça um pequeno lanche. Ex.: bolacha de água e sal com queijo magro e um copo de suco ou cereais com leite.
• Mantenha bolacha água e sal, torradas ou cereais secos na mesa de cabeceira, para comer pela manhã, antes de você se levantar da cama;
• Levante lentamente da cama;
• Limonada ou limão pode ajudar a controlar a náusea;
• Experimente alimentos gelados, como sorvetes, frutas em conserva, pudim, manjar, gelatina;
• Experimente, também, alimentos salgados, como biscoito água e sal;
• Coma carboidratos de fácil digestão, como cereais instantâneos, biscoitos simples, purê de batata, arroz, macarrão sem molho, fruas e hortaliças;
• Evite misturar alimentos quentes e frios na mesma refeição;
• Evite ficar com o estômago vazio. Faça refeições pequenas e freqüentes (5 a 6 por dia) a cada 3 horas;
• Quando você se sentir nauseada, tome um pouco de água mineral;
• Tome líquido entre as refeições ao invés de junto às refeições;
• Coma lentamente e mastigue bem os alimentos;
• Evite alimentos com odores e sabores fortes, gordurosos e muito condimentados;
• Coma alimentos à temperatura ambiente. Alimentos quentes tendem a ter odor mais forte, desencadeando a náusea;
Importante:
Diferentes soluções funcionam para diferentes mulheres. Veja o que serve para você. Se você tiver náuseas e/ou vômitos por tempo prolongado e estiver perdendo peso, converse com seu medico. Quando se sentir melhor, você ira precisar de alimentação balanceada, com alimento vindo de todos os grupos alimentares.

segunda-feira, 20 de maio de 2013

SUCO VERDE Nutrição Cabelos



Existem inúmeras receitas de Suco Verde. Aclamado pela mídia, é apontado como emagrecedor, desintoxicante, diurético e fortificante. Não precisa mais nada para convencer-me a experimentá-lo e incluir essa bebida no cardápio todos os dias.
.
Conheça as receitas:

Minha médica indica alternar as receitas para não “cansar” o paladar. E assim, os benefícios serão maiores pela variedade dos alimentos e os resultados, melhores!
.

SUCO VERDE 1 – Ingredientes:
.

- 1 folha de couve orgânica

- 1/2 maçã com casca

- Raspas de gengibre

- 1 copo (250ml) de água mineral ou filtrada
.


SUCO VERDE 2 – Ingredientes:
.

- 1 folha de couve

- 1 rodela de abacaxi

- 1 laranja-lima

- 3 folhinhas de hortelã fresca
.

SUCO VERDE 3 - ingredientes:
.

- 1 cenoura ralada

- 1 fatia de beterraba

- 2 folhas de couve

- 1 punhado de agrião

- 1 maçã

- 1/2 laranja
.

SUCO VERDE 4 – Ingredientes:
.

- 2 folhas de couve

- 1 punhado de folhas de erva-doce

- 1 copo de suco de laranja

- 1/2 cenoura ralada

- 1 punhado de hortelã

- 1 castanha-do-Pará
.

SUCO VERDE 5 – Ingredientes:
.

-  2 folhas de couve

- 250 ml de água de coco

- 4 folhas de hortelã

- 1/2 maçã
.

SUCO VERDE 6 – Ingredientes:
.

- 4 colheres (sopa) de polpa de açaí

- 2 folhas de couve

- 250 ml de chá de cavaquinha

- 2 laranjas
.

SUCO VERDE 7 – ingredientes :
.

- 1/2 limão

- 2 folhas de couve

- 250 ml de água

- 1 colher (chá) de gengibre ralado

- 1 colher (chá) de própolis

- 1 punhado de agrião
.

TODAS as receitas devem ser preparadas do mesmo modo!

MODO DE PREPARO:


- Higienize bem os alimentos. Rasgue a couve, pique as frutas e legumes e coloque tudo no liqüidificador, com a água – se necessário. Se quiser, pode acrescentar às receitas, uma colher (sopa) de mel. Tome em seguida.
.


Você também pode criar sua própria receita com as dicas acima. Escolha os ingredientes que mais a agrada e depois, envie sua sugestão!
.

Um grande abraço

Indicação Nutricionista Produtos Bayer


Portfólio - Bayer HealthCare
Bayer

Com produtos inovadores para a prevenção, diagnóstico e tratamento das mais diversas doenças, a Bayer HealthCare tem soluções completas, utilizando tecnologia de última geração, para a saúde humana e animal.

Principal divisão de negócios do Grupo Bayer mundialmente, a Bayer HealthCare é formada por diferentes áreas de negócios. A Bayer HealthCare Pharmaceuticals, criada a partir da aquisição da Schering pela Bayer em 2006, é focada em produtos de especialidades farmacêuticas. Consumer Care é a área de medicamentos isentos de prescrição e Medical Care reúne as atividades de Diabetes Care e Radiologia & Intervenção. 

Presente em mais de 100 países, com 55.300 colaboradores em todo o mundo, a Bayer HealthCare investiu, em 2012, um montante de 2 bilhões de euros em Pesquisa e Desenvolvimento. Graças ao trabalho realizado por seus centros de pesquisas e laboratórios, envolvendo mais de 7.500 cientistas, a Bayer HealthCare mantém cerca de 22 novos projetos em fases II e III de pesquisa.

Em 2012, a Bayer HealthCare registrou no Brasil vendas de R$ 1,6 bilhão, um salto de 11% em comparação com 2011. Mundialmente, as vendas atingiram 18,612 bilhões de euros.

A Bayer HealthCare estabeleceu-se como entidade autônoma no bojo do processo de reestruturação da Bayer em 2003. Em 2004, ocorreu a aquisição da divisão de Consumer Health da Roche pelo valor de 3,6 bilhões de francos suíços. Com essa aquisição, a Bayer HealthCare tornou-se uma das três maiores produtoras mundiais de fármacos na categoria OTC (over the counter), isto é, que não necessitam de prescrição.

Maior subsidiária na América Latina, a área de negócios Bayer HealthCare Pharmaceuticals  ocupa, no Brasil, a 10ª posição em valores (US$) e a 7ª posição em unidades no mercado ético, segundo dados do IMS. Possui ainda três marcas na lista dos 20 medicamentos mais vendidos por unidade no país.

O Brasil é ainda um dos principais centros de produção da Bayer para hormônios, produzindo quase 2,5 bilhões de pílulas por ano e gerando um volume de exportação de mais de US$ 120 milhões. A partir do Brasil, a empresa abastece a América Latina e alguns países asiáticos.

Até 2015, a Bayer HealthCare Pharmaceuticals pretende estar entre as cinco maiores empresas farmacêuticas nos mercados emergentes. Na América Latina, a divisão farmacêutica da Bayer já alcançou a posição número cinco. Atualmente, a Bayer HealthCare Pharmaceuticals gera mais de 20% de seu negócio anual a partir de vendas nos mercados emergentes e espera aumentar este percentual significativamente no futuro.


Marketing Digital: O guia completo para Médias e Pequenas Empresas

O ser humano é antes de tudo um ser social, as ferramentas digitais estão potencializando essa tendência e alterando completamente a comunicação dessa nova economia. Kit gratuito 'Marketing Digital: O guia completo para Médias e Pequenas Empresas' (Infográfico, webinar e eBook) http://bit.ly/13hHCBc

Pesquisa de satisfação com Acompanhamento Nutricional

Esses dias depois de atualizar meu programa de trabalho na Nutrição Clínica resolvi pela primeira vez fazer uma pesquisa de satisfação via e-mail com os pacientes. Enviei p/ todos os que já atendi e/ou continuo atendendo. 
Foto: Esses dias depois de atualizar meu programa de trabalho na Nutrição Clínica resolvi pela primeira vez fazer uma pesquisa de satisfação via e-mail com os pacientes. Enviei p/ todos os que já atendi e/ou continuo atendendo. 
O e-mail ficou assim: 
***
A Pesquisa de Satisfação de Clientes é uma das mais importantes ferramentas de Gestão em qualquer negócio.
O objetivo dessa pesquisa de Satisfação  é mensurar o que os clientes estão pensando, sentindo e fazendo com relação aos ensinamentos passados durante as consultas nutricionais, por isso, resolvi lhe enviar esse e-mail para questioná-la (o) sobre o meu acompanhamento nutricional, lembrando que o e-mail está sendo enviado para todos os contatos que possuo de pacientes desde 2010 (quando iniciei) à 2013 (atuação atual):
1 - Qual seu nível de satisfação com as dietas e cardápios enviadas após a consulta nutricional?

2 - Na sua opinião qual é o maior empecilho em seguir um cardápio para reeducação de Hábitos?

3-  Qual a probabilidade de você indicar o tratamento nutricional, tanto para alguém que tenha interesse em ser acompanhado à domicílio, clínica ?

Em breve editarei os dados coletados desta modesta pesquisa!

A Pesquisa de Satisfação de Clientes é uma das mais importantes ferramentas de Gestão em qualquer negócio.
O objetivo dessa pesquisa de Satisfação é mensurar o que os clientes estão pensando, sentindo e fazendo com relação aos ensinamentos passados durante as consultas nutricionais, por isso, resolvi lhe enviar esse e-mail para questioná-la (o) sobre o meu acompanhamento nutricional, lembrando que o e-mail está sendo enviado para todos os contatos que possuo de pacientes desde 2010 (quando iniciei) à 2013 (atuação atual):

1 - Qual seu nível de satisfação com as dietas e cardápios enviadas após a consulta nutricional?



2 - Na sua opinião qual é o maior empecilho em seguir um cardápio para reeducação de Hábitos?



3- Qual a probabilidade de você indicar o tratamento nutricional, tanto para alguém que tenha interesse em ser acompanhado à domicílio, clínica ?


Agradeço sua participação

SIMULADOR DE CAMINHADA E EMAGRECIMENTO


Simulador de caminhada funciona. Essa é uma pegunta bastante comum, se o simulador de caminhada funciona mesmo ou é só mais um aparelho que as industrias tentam nos vender não obtendo os resultados desejados. Bom, a resposta para essa pergunta é bem simples, sim, o simulador de caminhada emagrece mesmo, desde que, você seja disciplinado(a) a fazer as caminhadas regularmente. O simulador de caminhadas é um aparelho  para quem busca uma atividade aeróbica, que segundo os médicos, favorece muito na hora de emagrecer, e ainda com a possibilidade de poder fazer os exercícios em casa ou no escritório.
Diversos são os benefícios do simulador de caminhada, pois, além da segurança do ambiente na hora dos exercícios, é muito pratico se exercitar a qualquer hora do dia ou da noite. Podemos fazer nossos horários para malhar, não dependendo de academias lotadas e toda aquela função de se arrumar e sair para fazer exercícios físicos na academia. Saiba também que, o simulador de caminhadas pode fazer a substituição de se caminhar em uma esteira, ou até mesmo ao ar livre. Na parte do emagrecimento, o simulador de caminhada é bom e queima muitas calorias, pois trabalha os músculos dos braços e pernas, além de que possui baixo impacto que é ótimo para todas as articulações do corpo.
simulador de caminhada multi fitness

domingo, 5 de maio de 2013

Púrpura orientação



Sinônimos e nomes populares:
Equimoses, manchas roxas, hemorragias de pele, hematomas, roxos.
O que é?
É a presença de sangue fora dos vasos sangüíneos na pele ou nas mucosas. Como a camada cutânea é levemente transparente, este sangue é então visto como uma mancha roxa. Seu tamanho é variável, conforme o volume de sangue extravasado. Se a quantidade de sangue é muito pequena, mas as pequeninas manchas são em grande número costuma-se chamá-las de petéquias, guardando o nome de púrpura para as manchas maiores.
Como se adquire?
A púrpura é provocada pela ruptura de pequeníssimos vasos do sistema circulatório, chamados de capilares por analogia a fios de cabelo, por onde flui o sangue. Essa ruptura é geralmente ocasionada por traumatismo na pele ou nas mucosas. Em mulheres e crianças é freqüente o aparecimento de púrpura nas pernas e coxas com traumatismo mínimo ou mesmo sem traumatismo, de um tamanho de até cinco centímetros de diâmetro, em pessoas normais. Pode também ocorrer quando o traumatismo é ocasionado por uma injeção intramuscular ou na coleta e sangue para exames.
O que se sente?
Na maioria das vezes, essas manchas são indolores quando pequenas. Quando maiores, indicando que a quantidade de sangue extravasado dos capilares ou pequenas veias é maior, podem ser dolorosas.
Como o médico faz o diagnóstico?
O médico procura investigar se esta manifestação de hemorragia é única ou se existem outros tipos de sangramentos na pessoa. Em geral, a manifestação hemorrágica é limitada à púrpura e o médico tentará investigar a causa em 2 fatores principais: no próprio capilar ou num elemento fundamental da hemostasia (nome dado à capacidade do nosso organismo em estancar sangramento) que são as plaquetas. As plaquetas são fragmentos microscópicos do citoplasma de um determinado tipo de célula encontrado na medula óssea(megacariócitos). As plaquetas tem a capacidade de se agregar e aderir a mínimas lesões dos vasos e fechar com extrema rapidez pequenos "vazamentos" no sistema circulatório.
Quando estas plaquetas estão em número muito reduzido, mínimas rupturas dos capilares provocam hemorragia localizada e o aparecimento de petéquias ou púrpura.
Em algumas situações, mesmo com número de plaquetas normais, o distúrbio pode ser causado por um defeito na sua função.
As plaquetas são avaliadas através de sua contagem numa amostra de sangue ou ainda através de testes que estudam sua função.
Caso seja encontrada uma deficiência quantitativa ou qualitativa nas plaquetas, numa segunda etapa da investigação, o médico irá procurar a causa da diminuição do número ou da deficiência funcional.
O número das plaquetas pode estar diminuído por doenças próprias do tecido formador das plaquetas na medula óssea ou porque esse tecido foi destruído com quimioterapia ou radioterapia. Em outras situações, a formação das plaquetas é adequada e a sua diminuição é decorrente de uma destruição acelerada.
Os defeitos de função das plaquetas podem ter causas genéticas ou adquiridas. Entre as causas adquiridas incluem-se doenças como a insuficiência renal crônica ou medicamentos (os mais conhecidos, são os efeitos da aspirina e antiinflamatórios, sobre a função plaquetária).
Quando as plaquetas estiverem normais, a causa da púrpura deverá estar no próprio capilar, numa condição genericamente denominada de "fragilidade capilar". As causas dessa fragilidade vão desde doenças genéticas, passam por deficiência de vitamina C, podem ter causas alérgicas,hormonais, deficiência na estrutura da pele pelo envelhecimento natural (púrpura senil) ou não tem uma causa determinável.
Caberá ao médico, analisando o conjunto de dados do paciente, achar a causa da púrpura.
Como se previne?
Quando há uma causa identificada, um maior cuidado com traumatismos no dia a dia auxilia a atenuar esta manifestação.
Nos casos em que uma causa não pode ser identificada é importante que o paciente esteja consciente de que, apesar dos transtornos estéticos que a púrpura pode acarretar, essa não é uma manifestação de doença grave.
Perguntas que você pode fazer ao seu médico
A púrpura pode se transformar em doença de maior gravidade?
A púrpura, no meu caso, tem causa bem definida?
Que cuidados devo observar para melhorar ou não piorar o quadro?
No caso de uma gestação posso transmitir a doença ao bebê?
O tratamento proposto é curativo ou paliativo?
Se minhas plaquetas estão baixas, qual o número mínimo para não correr o risco de hemorragia grave?
Em virtude da púrpura, tenho alguma restrição a medicamentos?

Tratamento
Será determinado por um paciente, com base em:

  • História médica de cada paciente
  • Sua saúde geral
  • Tolerância a determinadas drogas
  • O grau é o sofrimento
As formas mais comuns de tratamento são:

  • O uso de esteróides que ajudam a evitar o sangramento, diminuindo a taxa de destruição de plaquetas dentro de duas a três semanas. No entanto, pode haver alguns efeitos colaterais, como irritação do estômago, a hipertensão, acne, ganho de peso e natureza irritável.
  • A aplicação de drogas como a gamaglobulina endovenosa é outra opção médica, porque tem uma proteína que contém muitos anticorpos e também retarda a destruição de plaquetas.
  • Quando suspeita-se que a doença foi causada por uma reação alérgica a algum medicamento, estes devem ser imediatamente interrompido.
  • O médico irá utilizar alguns anti-drogas inflamatórios para reduzir a inflamação, dor nas articulações e dor abdominal.
  • Eles às vezes necessitam de tratamento com cortisona se a dor abdominal ou lesão renal são importantes. O paciente com trombocitocitopénica púrpura idiopática deve fazer algumas mudanças no estilo de vida, principalmente para evitar esportes que possam causar acidentes vasculares cerebrais ou lesões.
Possíveis complicações
Ele pode ter sangramentos súbitos e graves do aparelho digestivo. Também pode ocorrer hemorragia dentro do cérebro.

Com o tratamento, a chance de remissão (sintoma-período livre) é bom. Raramente, ITP pode se tornar uma doença crônica em adultos e reaparecem, mesmo após um período sem sintomas.



Leia Mais: PÚRPURA - ABC da Saúde http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?356#ixzz2SRTKWzli 
(c) Copyright 2001-2013 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda 
Follow us: @abcdasaude on Twitter | ABCdaSaude on Facebook

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Indicação BAYER Calculo de IMC, Frequência Cardíaca outros











Se é BAYER é bom mesmo... Esse site eu super indico, muito bacana. 

O Bayer para Você é um programa de relacionamento com dicas e serviços que serão úteis para seu tratamento, fornecendo inclusive, descontos na compra de alguns medicamentos da Bayer HealthCare Pharmaceuticals prescritos pelo seu médico.

Você ainda poderá obter informações sobre saúde e qualidade de vida neste site.

Acesse o site: http://bayerparavoce.com.br  e faça agora mesmo os testes para saber IMC, Cálculo Risco Cardíaco, Calculo gasto calórico, Cálculo frequência cardíaca, além de excelentes aplicativos que só a Bayer tem.

Super Beijo da Sua Nutricionista Personal Diet

Gabrieli.


domingo, 31 de março de 2013

Dicas para Emagrecer e viver bem

Dicas de Boa Forma
1 - Uma vez por semana, estabeleça o "Dia da Salada e frutas", com refeições baseadas nesses alimentos, verduras e legumes frescos, quase sem tempero, acompanhadas de pão integral e queijo magro. Sucos saudáveis, verde com legumes. Você estará ingerindo menos calorias e desintoxicando seu corpo de maneira saudável.
2 – Ingira muita água, seu corpo precisa de líquidos principalmente seu intestino.
3 - Use limão em vez de sal, as especiarias como pimenta, orégano dão um sabor aos alimentos e fazem com que você diminua o consumo do sal que infelizmente só faz mal à saúde.
4 - Reduza a manteiga e óleos das receitas. Use panelas e frigideiras de teflon e se for cozinhar de preferência azeite de oliva extra-virgem ou óleo de canola/girassol.
5 – Evite ingerir frituras, de preferência aos assados, grelhados, cozidos na agua.
6 - Se não puder passar sem massas, cubra-as com frango desfiado ou atum e queijo. Esqueça molhos brancos pois são hipercalóricos. De preferência ao molho de tomate natural e procure não misturar MASSAS COM ARROZ OU OUTRO CARBOIDRATO (BATATA OU MANDIOCA POR EX)
7 – Ingira diariamente frutas 2 a 3 tipos se possível, cuidado com sucos concentrados eles podem oferecer muitas calorias.
8 - Pese-se duas vezes por semana, à mesma hora, e sem roupa. Se notar um aumento de peso, volte à reeducação dos hábitos. Você pode comer uma pizza ou uma guloseima mas sempre com consciência da frequência e quantidade.
9 – Fracione a alimentação em 3 grandes refeições, por ex, a cultura do Brasileiro o grande costume são: café da manhã, almoço e jantar. Porém nada impede de você seguir outros hábitos/culturas. Porém cuidado com o volume de comida e ingestão de líquidos junto com as refeições.
10 - Finalmente, o melhor conselho de todos. Aprenda a amar seu novo corpo para não deixar que a gordura volte a tomar conta dele!


Por Dra. Gabrieli Comachio
www.dicasdenutricao.com
www.facebook.com/NutricionistaGabrieliComachio