quarta-feira, 24 de agosto de 2011

ORIENTAÇÃO PARA INCHAÇO (EDEMA)



* Evitar alimentos ricos em sal, como os congelados, pré-preparados, enlatados (azeitonas, ervilha, milho verde, extrato de tomate, sardinha, salsicha, atum e patês), em conserva (palmitos, picles), alimentos que pedem sal como batata frita e pipocas, sanduíches acompanhados por embutidos como: mortadela, presunto tradicional, salame, defumados como: lingüiças, bacon, salaminhos, molhos picantes pimenta, ketchup, mostardas, caldo de carne (Knnor, Maggi), condimentos salgados, carnes salgadas (bacon, bacalhau, carne de sol), os queijos curados em geral (parmesão, minas e prato).

*   Evite acrescentar sal em alimentos prontos/industrializados.

Aumente a ingestão de alimentos ricos em potássio tais como: laranja, banana, melão, maracujá, almeirão, ameixa, batata, cenoura e beterraba.

*   Aumente o consumo de alimentos ricos em cálcio como o leite desnatado, vegetais folhosos verde-escuros como mostarda, couve e brócolis e semente de girassol.

*   Aumente a ingestão de alimentos ricos em magnésio como: farelo de arroz, banana,  maçã, vegetais verde-escuros e amêndoas.

*   Evitar alimentos que contém cafeína como: café, chá mate, chocolate, refrigerante tipo cola como coca-cola.

*  Utilize temperos caseiros como: cebolinha, coentro, hortelã, manjericão, salsa, orégano e cebola e condimento como o cominho, noz moscada, limão e vinagre, para acentuar o sabor dos alimentos e diminuir a utilização do sal.

*  Leia o rótulo dos alimentos industrializados e verifique se há adição de sódio como glutamato de sódio, cloreto de sódio e demais aditivos contendo sódio.

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Shakes, Dietas da Moda: Doce Ilusão



Não podemos negar que o consumo de shakes para emagrecimento quando substituídos por alguma refeição pode sim, gerar resultados. Porém, apesar da perda de peso rápida e visível, esses shakes com promessas emagrecedoras não ensinam a reeducação alimentar, bem como, o consumo dessa diversidade de nutrientes não apresenta nenhuma garantia de total absorção.

A partir do momento que a pessoa enjoa do sabor do shake, ela volta aos hábitos alimentares, provavelmente retornando também ao seu peso de antes do “tratamento”, isso quando ela começa a usar o skake como uma complementação diária, onde ela acaba se enganando e engordando mais ainda.

Confira porque as dietas da moda não dão resultado.

Dr. Atkins
O regime criado pelo cardiologista americano Robert Atkins, morto em 2003, estimula o consumo de carnes, queijos, bacon e proteínas em geral. O vilão, segundo o médico, seriam os carboidratos. De acordo com sua explicação, sem açúcar o organismo passaria a queimar gordura acumulada, secando a gordura localizada.

Por que não dá certo: causa deficiências de vitaminas e minerais pela proibição do consumo de frutas e vegetais; a dieta tem baixa adesão, devido a sintomas como fraqueza, cansaço, dores de cabeça e mau hálito; a baixa ingestão de fibras pode ocasionar prisão de ventre; o excesso de gordura pode levar a problemas cardiovasculares; também pode ocorrer o surgimento de diabetes, pela menor sensibilidade dos tecidos à insulina e à hiperplasia das células b das ilhotas pancreáticas.

South beach
Outro cardiologista americano, Arthur Agatson, criou uma versão mais light da dieta de Atkins. Ele recomenda a ingestão de carnes magras e de azeite de oliva extra virgem, fonte de gorduras saudáveis. A restrição aos pães, frutas e laticínios é absoluta nos primeiros dias, mas depois são liberados com moderação.

Por que não dá certo: Embora as privações não sejam tão radicais, seu cardápio difere muito do brasileiro, que adota, por exemplo, o arroz branco diariamente. Além disso, não leva em conta a rotina do paciente.

Tipo sanguíneo
Uma alimentação baseada no tipo de sangue de cada indivíduo, o que facilitaria a digestão dos alimentos e, de quebra, a perda de peso. Pelo raciocínio do naturopata americano Peter J. D’Adamo, o criador do método, quem é do tipo O deveria priorizar carnes na alimentação, por exemplo.

Por que não dá certo: São muito restritivas e, por isso mesmo, as pessoas acabam abandonando o regime em pouco tempo. Sem contar que essa dieta não possui uma base científica totalmente comprovada.

Dieta dos Pontos – Característica: nessa dieta, a pessoa controla os pontos ao invés das calorias dos alimentos. Cada ponto corresponde a cerca de 3,6 calorias, baseado no seu valor nutricional. A pessoa deve anotar o que come durante o dia e fazer o somatório, que não deve passar de 300 para as mulheres e 400 pontos para os homens.

Porque essa dieta não da certo: a dieta focaliza apenas a quantidade de alimentos consumidos, sem incentivar uma alimentação nutricionalmente equilibrada. Dessa maneira, os pontos podem ser atingidos facilmente com alimentos calóricos, ricos em gordura e pobres em nutrientes; baixa adesão à dieta, pela necessidade de consultar a tabela, anotar rigorosamente tudo o que se ingere e calcular os pontos; a provável carência de nutrientes pode prejudicar a saúde e acarretar problemas como anemia, osteoporose, queda de cabelo, entre outros; não promove reeducação alimentar, sendo difícil manter o peso perdido.

Nenhuma dieta da moda funcionará sem a Reeducação dos hábitos, portanto se você esta refém dessas promessas lembre-se de visitar Um Nutricionista, pois ele vai adaptar seu habito a um plano alimentar equilibrado e com isso você vai alcançar seus objetivos com saúde!

Fonte: http://www.anutricionista.com/dietas-da-moda-cuidado.html

domingo, 14 de agosto de 2011

Receitas Light e práticas para o Dia dos Pais

 

"Pai, hoje é o seu dia, o dia dos pais.
Uma data especial, que transforma nossos corações
em amor, carinho e dedicação."

Indicação de Livro ...

domingo, 7 de agosto de 2011

Coma bem! Seu coração agradece

Coma bem! Seu coração agradece

No Brasil, as doenças cardiovasculares são a principal causa de morte. Os óbitos chegam a 300 mil por ano, englobando pessoas entre 45 a 64 anos. Existem muitos fatores de risco para o desenvolvimento dessas doenças como o sedentarismo, obesidade, estresse, fumo e principalmente uma alimentação rica em colesterol e gordura saturada, vinda das carnes gordas, frituras, entre outros.

Baseado nestes dados sabe-se que os hábitos alimentares saudáveis reduzem muito as chances de se desenvolver doenças cardíacas. Que tal começar hoje mesmo a blindar o seu coração? Ou você prefere viver daqui dali aos trancos e barrancos? Não, né! Aproveite bem o que preparei para você... fácil, fácil de aplicar:

- Consuma alimentos que tenham uma gordura boa chamada Ômega-3. Estudos mostram que elas reduzem sensivelmente os níveis de triglicerídeos no nosso sangue, o que é muito bom. Onde encontrar? Nos peixes como o salmão, atum e sardinha.

- Coloque diariamente no seu prato um bom teor de fibras, pois atuam na regulação do sistema digestivo e circulatório, reduzindo também os níveis de colesterol no sangue. Aveia, linhaça, frutas e verduras são uma boa opção!

- Soja! Grãozinho dourado rico em isoflavona, que exerce ação sobre as gorduras do sangue. Tenha ele sempre por perto, preparado-a em forma de salada, tortas e no acompanhamento de carnes e outros legumes.

- Faça uso de fitosteróis (Nome estranho... mas é isso mesmo!). São extratos vegetais naturais que auxiliam na redução da absorção do colesterol. Suas fontes são os óleos vegetais pouco refinados, sementes de girassol e frutos oleaginosos.

- Alimentos com poder antioxidante amenizam o envelhecimento da célula e fortalecem o seu sistema imunológico. Inclua no seu cardápio a cenoura, abóbora, tomate, mamão, manga e melão.

- Além da alimentação, procure exercitar-se regularmente. 30 minutos de caminhadas diárias ou algumas voltas de 10-15 minutos algumas vezes ao dia farão um bem danado ao seu coração. Cheque sua saúde! Vá ao seu médico ao menos uma vez ao ano para um check-up geral, mesmo quando estiver se sentindo bem e claro: consulte sempre um Nutricionista para ter uma vida mais saudável!

Nutr. Gabrieli Comachio
Cuiabá - MT
gabicomachio@hotmail.com

Receita Bolo Integral de Milho


Ingredientes
4 ovos pequenos (separados claras em neve e gemas)
200 ml de leite
1/2 xícara (chá) de óleo de milho
1 xícara (chá) de açúcar demerara
1 1/2 xícara (chá) de farinha de milho
1 1/2 xícara de farinha de trigo integral (peneirada)
1 pitada de sal
1 colher (sopa) cheia de fermento em pó

Modo de Preparo
Misturar todos os ingredientes de forma homogenia e colocar para assar, 30 a 40minutos aproximadamente.

Dica: Salpique erva doce!